Pages

30 de jul de 2010

wordless








Fiquei sem palavras. Achei simplesmente incrível a adaptação que o estúdio fotográfico espanhol Kattaca, fez dos quadros de Gustav Klimt.
Júlia.

Make it double


Parece que Sofia Coppola é pela segunda vez a diretora escolhida para a nova campanha da Dior. A cineasta foi vista filmando com a atriz Natalie Portman que também é o novo rosto da marca.
A cineasta foi responsável pelo delicioso comercial do perfume Miss Dior Cherie, gravado em Paris com a modelo Maryna Linchuk. Ainda não se sabe se a nova propaganda vai seguir a mesma linha, mas pelo jeito o rosa e os balões coloridos vão ser deixados de lado.
Sofia tem forte ligação com o meio da moda, participa sempre de várias campanhas. Uma delas foi a que agente mostrou aqui da Louis Vuitton, Core Values, que fez ao lado de seu pai Francis Ford Coppola diretor consagrado de filmes como “O poderoso Chefão”, “Apocalypse Now” e “Jack”.
Vivi.

29 de jul de 2010

Beatles pra quem é fã de carteirinha.


Nowhere Boy chega ao Brasil em outubro. O longa conta a história do jovem John Lennon que foi abandonado pela mãe e criado pela tia autoritária e sua adolescência conturbada. Conta ainda do sonho de ser igual ao Elvis e o início de sua amizade com Paul McCartney.
Foi baseado no livro “Imagine This: Growing Up With My Brother John Lennon” e dirigido pela artista plástica Sam Taylor-Wood que rodou a história na cidade natal de Lennon, Liverpool.
O elenco conta com Aaron Johnson (Quebrando Tudo), Thomas Sangster ( aquele menininho lindo do Simplesmente Amor) e Kristin Scott Thomas (A Outra).
Vivi.




fashionistinha







Willow Smith, filha do estrelado casal Will Smith e Jada Smith, vem mostrando que atitude e criatividade na hora de se vestir não têm idade.
Lógico que por traz de todo esse estilo e excentricidade existe a presença de um adulto responsável que, no caso, atende pelo nome de Haenn Mariel- mais conhecida como aquela responsável pelos looks de Rihanna- mas isso pouco importa, aos 9 anos a garotinha mostra, a cada aparição no tapete vermelho, que é preciso muita personalidade para trocar as sapatilhas e frufrus, típicos da idade, por coturnos, estampas de onça e cabelo no estilo moicano.Adorei.



Júlia.

Lancôme+ Juliana Jabour= boa mistura



Juliana Jabour- sou alucinada pelas coisas dela- preparou um desfile para comemorar os 75 anos da Lancôme. A estilista, que foi escolhida como embaixadora da marca no Brasil, ainda preparou uma surpresa: o pingente banhado a ouro que será dado aos convidados.
O evento conta ainda com a presença de Elettra Wiedemann, porta voz da marca francesa.


Júlia

Promete






Adoro as roupas que ela desfila enquanto passei de bicicleta com os filhos pelo calçadão, ou quando é flagrada por algum paparazzi nas ruas do Leblon.
A notícia boa é que Fernanda Lima assinou uma linha para a Cantão com looks urbanos sem perder a bossa praiana- exatamente o que me encanta nas produções dela.
As peças, que vão desde biquínis até vestidos, devem chegar às lojas em agosto. Resta-nos somente esperar.
Júlia

28 de jul de 2010

Numa folha qualquer...






Jeff Nishinaka é o artista que mudou o conceito do que podemos fazer com um pedaço de papel. Seu meticuloso trabalho feito em 3D é conhecido mundialmente e utiliza apenas o branco para realçar as sombras necessárias.
Jeff está nessa carreira há mais de 28 anos e começou a trabalhar com o papel meio que por acidente enquanto cursava a faculdade de arte.
Suas criações foram usadas nos mais inesperados lugares como em ilustrações para medicina, em um jardim em tamanho real para um hotel, catálogos de moda da Bloomingdales e Galeria Lafayette, peças publicitárias para Coca Cola, Visa, Playboy, American Airlines, Toyota.
O que mais impressiona diante de um trabalho dele é a perfeição dos detalhes que não deixa em nenhum instante você pensar que é feito de papel.
Esse vídeo é de um dos desenhos que ele fez: http://www.youtube.com/watch?v=JDdI1aNMBto

Vivi.

27 de jul de 2010

Lea T




Notícia velha serve pra embrulhar peixe na feira.
Ok, ok, eu sei disso. Saiu na “Veja” dessa semana, já ganhou perfil e foto marcante na Vogue Paris e deu entrevista para a Vanity Fair italiana do mês passado. De fato já virou notícia velha, mas acontece que eu não poderia deixar de comentar aqui que Lea T (que nasceu Leandro) anda dando o que falar no mundinho fashion.
Protagonista da campanha de outono/inverno da Givenchy a brasileira, filha do ex-jogador de futebol Toninho Cerezo, já é considerada uma das maiores promessas da moda.
Depois de desfilar nas semanas de moda d Paris e estampar a foto à cima que foi publicada em uma das maiores revistas de moda do mundo, para a história com certeza a moça, que pretende fazer cirurgia para mudança de sexo até o fim do ano, já entrou.
Júlia

21 de jul de 2010

Arco-íris











São os mimos mais incríveis que já vi, divertidos, coloridos e funcionais.
Para presentear ou para enfeitar a casa, Pylones na cabeça.
Aviso: tudo é muito baratinho, mas o problema é que é simplesmente impossível levar uma coisa só. Resultado: Se gasta uma grana nessas coisas deliciosas.
Onde comprar? Em Paris (a marca é francesa),Milão, Amsterdã, Berlin, Nova Iorque, Tóquio, Seul e em alguns pontos de venda aqui no Brasil.




Júlia

13 de jul de 2010

Ficou claro?











Não me considero vítima da moda.
Mas, confesso, tenho uma quedinha pelas coisas que estampam as páginas das revistas de moda.
A Prada e a Fendi apostaram no acrílico.
Abomino. Odeio acrílico. Acrílico, com toda a certeza, não faz a minha cabeça.
Tá vendo? Definitivamente, não sou vítima da moda.
Se bem que, analisando cuidadosamente, a clutch (bolsinha) transparente, não é de todo mal, ela até me agradou.

Complexo, eu sei.
Júlia.

wish list


A Chanel transformou a bolsa 2.55 em uma caixinha de delivery de comida chinesa.
É de dar água na boca né?
Júlia

Harry Benson

Harry Benson, fotógrafo nascido na Escócia, é o exemplo vivo daquela frase: no lugar certo na hora certa.
Ele tem um acervo de fotos memoráveis e históricas como dos Beatlles fazendo uma guerra de travesseiro em 1964, do presidente Nixon quando se demitiu, do assassinato de Bobby Kennedy, de Martin Luther King, e estava presente quando o Muro de Berlim separou um país inteiro e quando o mesmo foi destruído.
Começou a ser reconhecido quando trabalhava na Life (1970-2000) e atualmente trabalha para revistas como Vanity Fair, Architectural Digest, Newsweek entre outras.
O site dele é esse: http://www.harrybenson.com e se quer detalhes contados por ele mesmo sobre suas fotografias leia: On the Road, com Harry Benson.
Vivi.






12 de jul de 2010

Michael Moore


Depois de todos os seus investigativos e polêmicos documentários como “Tiros em Columbine”, “Roger e Eu”, Fahrenheit 11 de Setembro”, "Sicko - $O$ Saúde" o diretor Michael Moore acredita que seu mais novo trabalho é o verdadeiro alvo do que realmente está errado em seu país: o capitalismo.
“Capitalismo: Uma história de Amor” traz em seu conteúdo monstruosidades como corporações que lucram com a morte de seus empregados, famílias que ficam sem casa mesmo pagando a cara hipoteca, pilotos que trabalham como garçons para complementar seus salários, entre outras.
Questionasse se estaria ao lado do socialismo ou até do comunismo: “Não. Não acredito em ditaduras, apenas em democracia. Exatamente como os fundadores da república norte americana, Thomas Jefferson, Benjamin Franklin, George Washington, que acreditavam na propriedade privada, mas desconfiavam dos bancos. Será que, em pleno século 21, não temos uma alternativa melhor ao capitalismo do que comunismo? Temos que sair dessa discussão, ser criativos” diz Michael Moore.

Vivi.

Caixinha mágica


Como ontem o Brasil não estava em campo, meu coração de torcedora não estava angustiado, saindo pela boca. Não estava torcendo pra ninguém, Espanha ou Holanda, pra mim era indiferente. Dediquei toda a minha atenção, não ao jogo, e sim àquela mala- se é que se pode chamar aquela obra de arte de mala- carregada pelo jogador, Cannavarro- se é que se pode chamar aquele Deus grego só de jogador, sem acrescentar nenhum adjetivo logo em seguida.
Bem, voltemos à mala. Trata-se de um “estojo de gala” confeccionado especialmente para o troféu pela famosérrima marca francesa Louis Vuitton. Três pessoas estavam envolvidas na confecção, entre elas Patrick- Louis Vuitton, presidente da empresa.
Ao todo foram mais de cem horas de trabalho na oficina da marca nos arredores de Paris para concluir a maleta feita de álamo- madeira escolhida por sua leveza e flexibilidade-, forrada com o emblema da Fifa estampado e protegido com metal nas quinas.
Chic, não??Daqui a quatro anos meu desejo é que essa maleta fique no Brasil, com a taça dentro.
Júlia

11 de jul de 2010

Lixo.

Pra quem acha que a embalagem de um produto não é importante olha só o que o Justin Gignac, designer de embalagens, fez para comprovar que não é só muito importante mas como é a alma do produto.
Ele pega lixos das ruas de Nova York e coloca em cubos transparentes.
O resultado? Nove anos depois, pessoas do mundo inteiro encomendam as lembrancinhas e o cara já vendeu mais de 1300 cubinhos!!! E detalhe cada um deles é único, com seu número de série e assinatura.
Quem quiser um é só entrar no site dele: www.nycgarbage.com/index.html . Custa $50 dólares.
Vivi.





New Dress A Day




Parece um desafio impossível de ser cumprido: fazer 365 vestidos em 365 dias, com apenas 365 dólares, ou seja, criar um vestido por dia, durante um ano, com apenas 1 mísero dólar. Pois saiba que a americana Marisa Lynch parece que está dando conta do recado.
Depois de ser sido demitida do trabalho a moçoila- apaixonada por moda, é importante ressaltar- decidiu, totalmente inspirada no filme “Julie & Julia”, montar um blog que durará um ano e que servirá para mostrar suas criações diárias.
Desde o dia 27 de novembro de 2009 (data do primeiro post), Marisa percorre brechós, mercado das pulgas e garage Sales a fim de encontrar roupas baratas, com uma estampa legal e que possam ser transformadas em uma peça charmosa.
Os posts sempre começam com uma foto de Marisa no vestido original, depois é mostrado todo o processo que dará origem à peça final.
Achei uma idéia sensacional. Mostra que, com um pouquinho de criatividade, dá, tanto para se vestir bem, quanto para atravessar uma fase difícil da vida.
Ameii. O blog é http://newdressaday.wordpress.com/


Júlia.

10 de jul de 2010

para abrir o apetite


Cozinhar é uma arte, no entanto, os adeptos da chamada Food Art, vêem a gastronomia não como um meio para saciar o paladar e sim como uma maneira de expressar as mais diferentes idéias presente na mente humana.
Uma das mais badaladas desse meio é a artista Catherine McEver, que recria em fatias de pão quadros famosos com “A Noite Estrelada” de Van Gogh.
Outra bam-bam-bam é Ju Duuoqi , que dá um novo destino aquilo seria restos de material de trabalho, para qualquer Chef de Cozinha e produz réplicas de quadros como " O Grito" de Edvard Munch.

E ai abriu o apetite?
Júlia

7 de jul de 2010

Tô...chocada


Quando revista chega aqui em casa fico com água na boca.
Rasgo o plástico que nem criança desembrulhando presente e começo a devorar imediatamente todo o conteúdo.
Ontem chegou revistinha. Abri e comecei a ler a primeira matéria que me apareceu. Não, eu não leio as matérias na ordem imposta pela revista, hábito antigo esse.
Pela primeiríssima vez não caiu bem. Tive uma baita má digestão.
Li que “Tô nude!” já era.
“Tô bege!” então, praticamente nunca existiu de tão antigo que é.
O que se fala agora (preparem-se) é: “Tô Barbie na caixa”(???)
Desde quando, alguém, por favor, me responda?
Até ontem me considerava uma pessoa, relativamente, antenada.
Hoje, me considero peça vintage.

Júlia

sai pra lá pé frio


Mesmo o pai sendo o maior pé frio que se tem nóticia, nada parece frear a carreira de Georgia Jegger que está indo de vento e poupa. Prova disso são as fotenhass que a senhorita Rolling Stones andou fazendo para a Vogue China. O sucesso não é por acaso né? A beleza à la Brigitte Bardot ja inspirou até Karl Lagerfeld, que escalou a moça para o desfile da chanel em Saint Tropez.
Júlia.

Olha o passo do elefantinho


Esqueçam as vaquinhas. Agora a nova é a Elephant Parade!!!
Vários elefantes customizados por artistas e designers estão soltos pelas ruas de Londres para chamar a atenção do risco de serem extintos na Ásia. Depois serão leiloados e o que for arrecadado será revertido para Ong Elephant Family.

Vivi.

6 de jul de 2010

A arte de fazer arte




Tudo pode ser uma tela e qualquer coisa pode virar tinta.
Já pintou réplicas da Mona Lisa com geléia de morango e pasta de amendoim.
Feijões formaram o retrato do Che Guevara e a Medusa nasceu em um prato de macarrão com molho de tomate.
Vik Muniz- nem preciso dizer que amo a arte dele- agora anda pintando o sete na abertura da novela das oito.


A oportunidade perfeita e o canal mais adequado para o artista POP popularizar sua obra.


Júlia.

2 de jul de 2010

Nem tudo são flores




“Escravas Del siglo XXI” é uma intervenção urbana que está acontecendo no Passeo Del Prado, em Madrid, e tem como principal objetivo nos alertar que em pleno século XXI, depois de nós mulheres, termos conquistados tantos direitos e, conseqüentemente, liberdades ainda existem escravas. Triste.
Júlia.